« Um chá no deserto | Main | De volta à escarpa »

Comments

Isadora Ataíde

Falcão,

muito perspicaz tua comparação e análise. "Oxalá", construa-se o diálogo, e que daí advenham não apenas outras palavras, mas novos posturas. Um abraço, Isadora.

The comments to this entry are closed.